Acadêmicos de Turismo realizam visita técnica na Lagoa Misteriosa e no Rio da Prata

O Recanto Ecológico Rio da Prata e a Lagoa Misteriosa, localizados em Jardim (MS), receberam no dia 3 de setembro, a visita técnica de alunos do 6º semestre do curso de Bacharelado em Turismo e Meio Ambiente, da UFMS Campus de Bonito.

O objetivo da visita da disciplina Turismo em Áreas Naturais, foi conhecer uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) e suas estratégias de manejo, com ênfase para as práticas turísticas realizadas de forma monitorada e dentro do que o Plano de Manejo da Reserva preconiza.

No Rio da Prata o grupo realizou a trilha da Seriema em companhia do Osvaldo Junior, Engenheiro Ambiental dos passeios, que apresentou as instalações de serviços, escritórios, fogão de lenha para elaboração dos doces, laboratório de sementes, viveiro de mudas, horta, pomar, entre outros aspectos.

Após essa visita, os alunos deslocaram-se até o deck da nascente do Olho Dágua, acompanhados também, por Samuel Duleba.

De acordo com Sandro Menezes, um dos responsáveis pela concretização da visita técnica, “a visita à Lagoa Misteriosa também foi ótima…O local é lindo, a estrutura excelente e o passeio é bem gostoso. Uma trilha na medida certa, com o prêmio da vista da Lagoa a partir do mirante e a flutuação naquele “poção” de um azul profundo…..Maravilhoso!!!“, conclui.

Participaram os acadêmicos: William Yudi, Marilene Padilha, Kelly Silva, Gizeli Silva e Clara Cardoso.

Acadêmicos de Turismo realizam visita técnica na Lagoa Misteriosa e no Rio da Prata
Acadêmicos na Lagoa Misteriosa – Jardim MS.

Fotógrafo de natureza visita Lagoa Misteriosa e Rio da Prata para realizar fotos 360º

No início de setembro, os atrativos Lagoa Misteriosa e Recanto Ecológico Rio da Prata, localizados em Jardim (MS), receberam a visita do fotógrafo de natureza, Marcio Cabral e do instrutor de mergulho, Vinícius Lira de C. Nóbrega.

A visita teve como objetivo registrar fotografias 360º dos passeios, na qual Marcio chegou a fazer registros a 30 metros de profundidade na Lagoa. O fotógrafo também fez fotos no rio Olho d’Água e no rio da Prata, localizados no passeio Recanto Ecológico Rio da Prata.

Fotógrafo de natureza visita Lagoa Misteriosa e Rio da Prata para realizar fotos 360º
Na foto: João (instrutor de mergulho da Lagoa), Marcio Cabral e Vinícius Lira.

Fotógrafo de natureza visita Lagoa Misteriosa e Rio da Prata para realizar fotos 360º

Sobre o fotógrafo

Marcio Cabral é fotógrafo especializado em natureza. Percorre o interior do Brasil capturando imagens fantásticas que acontecem todos instantes nas paisagens brasileiras. Suas fotos já lhe renderam vários prêmios em concursos de fotografia e foram publicadas em várias revistas nacionais e internacionais de natureza.

Lagoa Misteriosa e Rio da Prata promovem famtour para agentes de turismo

Entre os dias 16 a 20 de agosto, agentes de viagens de Bonito e Jardim (MS), participaram do Famtour (Familiarization tours) na Lagoa Misteriosa, atrativo reaberto recentemente para visitações turísticas, e também no Recanto Ecológico Rio da Prata, ambos localizados em Jardim.

Famtour significa passeio de familiarização do turismo. O evento foi uma oportunidade para os profissionais vivenciarem a experiência do passeio de flutuação na Lagoa Misteriosa, conhecer a estrutura do receptivo, bem como receber know-how para iniciar a comercialização do atrativo. A ideia de fazer o passeio no Rio da Prata no mesmo dia foi justamente para mostrar a opção de que é possível comercializar os dois atrativos no mesmo dia.

Para o agente de turismo Fábio Luis Victorino da Silva a visita na Lagoa Misteriosa superou suas expectativas. “Moro em Bonito há cinco anos e conhecia a Lagoa Misteriosa apenas pela sua fama ou imagens. Gostei muito do passeio. Tanto da beleza natural como da parte estrutural. É nítido também o compromisso dos proprietários com a preservação local e com o incentivo ao turismo da região“, diz.

Porém alguns profissionais já conheciam a Lagoa Misteriosa como é o caso do agente de turismo Rosivan Cardoso. “Estive na Lagoa há 10 anos atrás quando realizei o batismo de mergulho. Na época carreguei todo o material nas costas e fazendo ainda uma escalada. Hoje, com a escadaria ficou tudo mais fácil”, diz.

A visita anterior não ofuscou o encanto que a Lagoa Misteriosa proporciona aos seus visitantes. Rosivan afirmou que “além do passeio ser incrível, fiquei bastante impressionado com os cuidados implementados no local para garantir a beleza cênica do local”, concluiu.

Ao todo 54 agentes de viagens realizaram o Famtour na Lagoa Misteriosa, representando, assim, as agências de turismo nas quais trabalham. Foram elas: Ygarapé, Bonito Way, Peralta, Barra do Sucuri, Olho D’Água, Girassol, Ar, Crisval, Sucuri, Big Tour, Jubaia, Lam, Segredo, Águas de Bonito, Tucano, Bonitour, Bonsai, H20 Ecoturismo, Caramanchão, Brasil Bonito, Refúgio, Crisval e Natura.

Lagoa Misteriosa e Rio da Prata promovem famtour para agentes de turismo
Primeiro grupo a realizar o Famtour na Lagoa Misteriosa.

Após o passeio, todos os agentes ganharam de brinde uma camiseta do passeio.

Além do empenho da equipe de colaboradores do Rio da Prata,que fizeram até uma dinâmica de grupo com o pessoal, o evento contou com o atendimento solícito do Beto, motorista da empresa responsável pelo transporte dos profissionais ao atrativo, que se mostrou disponível para o que fosse necessário.

Carina Freitas, gerente da vendas da Lagoa Misteriosa e do Rio da Prata afirmou que o evento foi um grande sucesso, não só por permitir que os agentes conhecessem a Lagoa Misteriosa, mas também por unir uma visita ao Rio da Prata, permitindo que os agentes se reciclassem. Ela ainda afirma que “este ano estamos fazendo algo inédito que é a promoção FAMTOUR Lagoa Misteriosa e Rio da Prata, assim, além de participarem do FAMTOUR, os agentes agora estão também concorrendo a 02 super prêmios.”

Promoção

Os agentes de viagens que participaram do evento, automaticamente participam da Promoção Famtour Lagoa Misteriosa e Rio da Prata 2011, na qual será sorteado uma TV LCD 40″ e mais um prêmio surpresa. O regulamento foi enviado por e-mail na época do Famtour, mas em caso de dúvidas pode ser solicitado novamente para Carina Freitas no e-mail: carina@gruporiodaprata.com.br .

Lagoa Misteriosa

Artigo sobre a Lagoa Misteriosa por Gilberto Menezes de Oliveira no livro Cavernas do Brasil (autoria de Augusto Auler, Ezio Rubbioli e Roberto Brandi publicado em 2001).

Município: Jardim (MS)
Coordenadas do Lago: UTM 21 557540-7627380
Desnível: 211 m
Desnível Explorado Abaixo da linha da água: 220m
Número de Cadastro: MS 043
Rocha: Carbonatos do Grupo Corumbá

A quinta caverna mais profunda do país está inteiramente sob a água. O próprio nome do local, Lagoa Misteriosa, chama a atenção das pessoas e fascina todos aqueles atraídos pelo desconhecido. O que haveria de misterioso na lagoa? Chegando-se até o local, encontramos uma dolina e no fundo um bonito lago que mede aproximadamente 60 m por 25 m e meio a uma densa vegetação. Na primeira vez que estivemos no local, ficamos sabendo que ninguém conhecia o que havia no fundo da lagoa e nem tampouco a profundidade desta. O proprietário das terras relata estranhos sons que emanariam do fundo do lago.

A caverna inicia-se como dois poços verticais aproximadamente 9 m abaixo da linha d’água (desta forma a profundidade em relação à caverna será sempre 9 m inferior a profundidade atingida no mergulho; as profundidades referidas neste artigo serão sempre em relação ao nível do lago).

O primeiro mergulho na Lagoa Misteriosa foi realizado em setembro de 1992 durante a expedição franco-brasileiro Bonito ’92. Nesta ocasião, em um mergulho solo em ar comprimido Augusto Auler, do Grupo Bambuí de Pesquisas Epeleológicas, atingiu – 66 m de profundidade no Poço B, e 77 m no Poço B. Em novembro do mesmo ano Jorge Hallak atingia – 82 m no Poço B, sofrendo sério acidente descompressivo.

A partir de 1995 as explorações na Lagoa Misteriosa adquirem uma nova dimensão, mais técnicas e intensiva, com o início dos mergulhos exploráticos de Gilberto Menezes, auxiliado por diversas pessoas, entre elas Rogério Perdigão, Matheus Sanches, Lucille Bishop, Sergio Manques e Afonso Pinheiro. Inicialmente as explorações foram realizadas com a utilização da técnica de mergulho autônomo, respirando-se ar comprimido. Ambos os poços foram explorados, obtendo-se em maio de 1995 a conexão entre eles. Uma fenda lateral ao Poço A foi explorada até uma restrição a – 82 m e, posteriormente, até – 104 m. No Poço principal atingiu-se – 121 m em junho de 1995 e, em setembro do mesmo ano, atingiu-se – 129 m, quando Gilberto Menezes se perdeu sob forte efeito da narcose, tendo efetuado acidentalmente a conexão entre o poço principal e a fenda lateral ao Poço A.

Com a verificação de que o local era muito profundo, passou-se a utilizar misturas respiratórias diversas, sendo que para as profundidades maiores utilizaram-se misturas respiratórias diversas, sendo que para as profundidades maiores utilizarem-se misturas ricas em gás hélio e, nas mais rasas, misturas ricas em oxigênio. Em agosto de 1996, atingiu-se a profundidade de – 154 m, quando foi efetuada uma sondagem, com o peso repousando a uma profundidade total de 220 m.

Em junho de 1997, Gilberto Menezes atingiu – 180 m de profundidade na Lagoa Misteriosa, e em junho de 1998 atingiu um cone de abatimento a – 220 m de profundidade. Neste mergulho mais profundo foram utilizadas 8 misturas respiratórias diferentes, com uma duração total de 8 horas de mergulho. Em setembro de 1998 foi descoberto um túnel lateral a – 115 m de profundidade.

Infelizmente até hoje não foi possível fazer um mapa preciso do local. Possuímos apenas um esboço desenhado de memória.

A caverna é muito profunda, o que dificulta a exploração devido ao curto espaço de tempo de que o mergulhador dispõe em profundidade. Existe muito o que olhar e inspecionar abaixo dos 120 m de profundidade. O sistema é muito maior no fundo do que na superfície. A Lagoa Misteriosa consiste em uma dolina com um desnível, na parte seca, de aproximadamente 40 m. O restante se encontra abaixo do nível d’água. Existem dois poços basicamente verticais, com cerca de 6 m de diâmetro, que se iniciam aproximadamente – 9 m. Os dois poços se encontram por volta de – 60 m, seguido num ângulo de cerca 60° para oeste com relação ao horizonte até à cota de cerca de – 120 m. Neste ponto encontra-se uma parede quase vertical que desce até a cota de – 151 m, quando então o sistema se abre e atinge dimensões ainda não verificadas. Descendo verticalmente neste ponto, encontramos um cone de desabamento a cerca de – 205 m, com rochas no topo e areia muito branca ao redor, com inclinação em torno de 30° em relação ao horizonte, perdendo-se de vista o final. A profundidade máxima atingida até o momento é de – 220 m em relação ao nível do lago, o que se traduz (descontando-se os 9 m de água até a entrada da gruta) em 211 m de profundidade para a Lagoa Misteriosa.

É preciso estudar muito mais esta caverna para compreendermos a real importância do sistema. A Lagoa Misteriosa se encontra atualmente em processo de regularização junto ao IBAMA para a exploração turística.

Bibliografia: Auler (1993ª), Auler e Boller (1992). Oliveira (1996), Olievira (1999), Rosello (1993).

*Artigo por Gilberto Menezes de Oliveira no livro Cavernas do Brasil (autoria de Augusto Auler, Ezio Rubbioli e Roberto Brandi publicado em 2001).

Lagoa Misteriosa
Crédito: Livro Cavernas do Brasil Pág. 191 Lagoa Misteriosa – Topografia: Gilberto Menezes

Reabertura da Lagoa Misteriosa ajuda a promover o turismo de Jardim MS

Reabertura da Lagoa Misteriosa ajuda a promover o turismo de Jardim MSNo último sábado (12), o Portal de Notícias G1 publicou texto sobre a reabertura da Lagoa Misteriosa, atrativo localizado em Jardim (MS), cidade vizinha à Bonito (MS), que irá promover o turismo do município.

O encanto sobre o local deve-se a sua profundidade desconhecida, o máximo atingido foi 220 metros, feito realizado pelo mergulhador Gilberto de Menezes, que não conseguiu avistar seu fundo. O atrativo está em operação e oferece passeio de flutuação em águas cristalinas, mergulho com cilindro e mergulho técnico para os mais experientes. Devido à beleza cênica do local, a Lagoa Misteriosa torna-se um passeio inesquecível.

Diversas outras mídias nacionais e regionais divulgaram a nova atração para os amantes da cultura da vida ao ar livre e do turismo do aventura. Com a repercussão da notícia sobre a reabertura da Lagoa Misteriosa, Jardim, município distante 230 km da capital de MS, fica em evidência, mostrando assim seu potencial para o ecoturismo.

Além da Lagoa Misteriosa, é em Jardim que está localizado o Recanto Ecológico Rio da Prata – atrativo premiado em 2008 e 2009 pelo Guia Quatro Rodas como a melhor atração do Brasil, a escolha do leitor e que oferece passeio de trilha e flutuação em águas cristalinas; o Buraco das Araras – considerada a única formação no Brasil que tem seu próprio ecossistema e a maior da América Latina; além do Balneário Municipal de Jardim e Balneário e camping do Assis.

Mato Grosso do Sul ganha mais um atrativo turístico

A Lagoa Misteriosa, em Jardim, é reaberta para visitação após seis anos sem operação. O turista que visitar o Mato Grosso do Sul, a partir do mês de agosto, tem mais um atrativo para conhecer.

Situada no município de Jardim, a Lagoa Misteriosa deve atrair um público ávido por novas experiências. Intrigante, o nome desta lagoa não é por acaso: com profundidade máxima desconhecida, o atrativo ganhou notoriedade após o mergulhador Gilberto Menezes de Oliveira atingir a profundidade de 220 metros e não visualizar o fundo.

Mato Grosso do Sul ganha mais um atrativo turístico
Foto: Marcelo Krause

Considerada uma das cavernas inundadas mais profundas do Brasil e a sétima maior caverna em extensão no país, o atrativo recebeu, no final do mês de julho, a Licença de Operação para visitação turística do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul – IMASUL/MS. A visitação foi inaugurada pelo mergulho com cilindro de Mareiwa Miller, uma estudante colombiana de 17 anos.

Mareiwa, que mergulha desde os 12 anos, ganhou o passeio como presente de aniversário da mãe e chegou à profundidade de 25 metros. Apesar de obter todos os certificados de mergulho para menores de 18 anos e ter experiência nos mares da Colômbia, Tailândia e do Brasil, a estudante é principiante em água doce e, recomenda. “É lindo, a visibilidade é excelente e a água doce permite mais agilidade ao mergulhador, com certeza, eu quero voltar”.

Além das atividades de Mergulho com cilindro e Mergulho Técnico, a Lagoa Misteriosa oferece o passeio de Trilha e Flutuação, na qual é possível contemplar a imensidão e toda a beleza do abismo azul. A água cristalina e a temperatura agradável (24º C) fazem do passeio de flutuação uma experiência inesquecível.

Apesar de ser um atrativo mais voltado para o mergulho com cilindro e o mergulho técnico, a Lagoa Misteriosa também irá oferecer aos visitantes a opção de trilha e flutuação, atividades mais simples e ideais para quem quer conhecer a beleza daquelas águas sem saber mergulhar. “Sou a prova de que, mesmo sem mergulhar, consegui aproveitar cada momento em que flutuei por aquele lindo abismo azul”, afirma a blogueira Janaína Calaça, uma das pioneiras a realizar a flutuação na Lagoa Misteriosa, após sua reabertura.

Os grupos, com número limitado de pessoas, são acompanhados por guia de turismo credenciado e as reservas para o passeio são feitas através das agências de turismo de Jardim e Bonito.

Para mais informações: contato@lagoamisteriosa.com.br

Release: Ponto de Mergulho em Jardim retoma suas atividades turísticas

Ponto de Mergulho em Jardim retoma suas atividades turísticas
Foto: Marcelo Krause – Mergulho com cilindro na Lagoa Misteriosa – Jardim, MS.

A visitação turística na Lagoa Misteriosa, atrativo turístico situado em Jardim (MS), município vizinho a Bonito, que impressiona pela transparência de suas águas, já começou e oferece as atividades de Trilha e Flutuação, Mergulho com cilindro e Mergulho Técnico, proporcionando novas experiências para os visitantes.

Sua reabertura foi possível após o recebimento da Licença de Operação para visitação turística, expedida no final do mês de julho, pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul – IMASUL/MS.

A Lagoa Misteriosa estava fechada para visitação turística desde 2005, devido à falta de licenciamento ambiental. Neste mesmo ano, a área da Lagoa foi adquirida pelo Grupo Rio da Prata, responsável pelos atrativos Recanto Ecológico Rio da Prata e Estância Mimosa.

“Após 6 anos de muito trabalho e dedicação, finalmente a Lagoa Misteriosa volta a operar. Agora os visitantes de Jardim e Bonito tem mais uma opção de passeio, que é a paixão de muitos mergulhadores do Brasil”, afirma Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade do passeio.

Atualmente, o mergulho com cilindro na Lagoa Misteriosa está disponível em três categorias. São elas:
Batismo: uma experiência de mergulho autônomo para pessoas que querem mergulhar com cilindro, mas não possuem curso de mergulho, acompanhadas por um instrutor. A profundidade máxima atingida será de 8 metros.
Autônomo Básico: para quem tem a certificação Open Water Scuba Diver será possível mergulhar até 18 metros de profundidade. Até dois visitantes para um instrutor.
Autônomo Avançado: para quem tem a certificação Advanced Open Water Scuba Diver. Profundidade máxima atingida: 25 metros. Até dois visitantes para um instrutor.

O mergulho técnico, para o qual a Lagoa Misteriosa, é o cenário perfeito, ainda está sob consulta, nesse período inicial de operação.

A profundidade máxima já atingida foi mais de 220 metros, registro feito por Gilberto Menezes de Oliveira em 1998. “De todos os locais de mergulho que conheci no Brasil a Lagoa Misteriosa, na minha opinião, é o mais espetacular. Ela sempre foi minha favorita. E por mais fantástico que seja a parte mais conhecida da Lagoa Misteriosa, você precisa ver a parte mais profunda. A parte rasa é apenas o início de um sistema grandioso”, diz Gilberto Menezes.

Quem possui credenciais mais avançadas terá a oportunidade de descer até 60 metros de profundidade, seguindo as regras do atrativo.

Já o passeio de flutuação na Lagoa Misteriosa é quase indescritível. A visão dos dois abismos azuis que formam o fundo da lagoa impressionam assim como paredões verticais rochosos, os troncos caídos, os depósitos de areia branca, as galhadas com folhas douradas, os peixes que brilham com os
feixes de luz, tudo isso transforma a Lagoa em um ambiente único.

Como a maioria dos passeios ecoturísticos de Bonito e região, a Lagoa Misteriosa seguirá as mesmas diretrizes para manter a conservação do local. Os grupos, com número limitado de pessoas, serão acompanhados por guia de turismo credenciado e as reservas para o passeio já podem ser feitas através das agências de turismo de Bonito e Jardim.

Para mais informações: contato@lagoamisteriosa.com.br

Release: Lagoa Misteriosa recebe Licença de Operação e é reaberta para visitação

A Lagoa Misteriosa, atrativo turístico, situado em Jardim, MS, município vizinho a Bonito, recebeu no final de julho a Licença de Operação para visitação turística do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul – IMASUL/MS.

Release: Lagoa Misteriosa recebe Licença de Operação e é reaberta para visitação
Foto: Marcelo Krause – Flutuação e Mergulho com cilindro na Lagoa Misteriosa

A visitação turística na Lagoa Misteriosa começou no dia 28 de Julho de 2011, e oferece as atividades de Trilha e Flutuação, Mergulho com cilindro e Mergulho Técnico. Os grupos, com número limitado de pessoas, são acompanhados por guia de turismo credenciado e as reservas para o passeio são feitas através das agências de turismo de Jardim e Bonito.

A Lagoa Misteriosa estava fechada para visitação turística desde 2005, devido à falta de licenciamento ambiental. Neste mesmo ano, a área da Lagoa foi adquirida pelo Grupo Rio da Prata, responsável pelos atrativos Recanto Ecológico Rio da Prata e Estância Mimosa. A operação de ecoturismo na Lagoa Misteriosa seguirá as mesmas diretrizes de atendimento de qualidade e sustentabilidade que levaram o Recanto Ecológico Rio da Prata e a Estância Mimosa a receber diversos prêmios nacionais.

A reabertura da Lagoa Misteriosa é ansiosamente aguardada pela comunidade de mergulho, pois devido às diversas cavidades naturais inundadas existentes na região, como a Lagoa Misteriosa e o Abismo Anhumas, a Serra da Bodoquena é considerada um ponto de referência no Brasil para a prática do espeleomergulho e um dos melhores lugares do mundo para o desenvolvimento desta atividade.

“Após 6 anos de muito trabalho e dedicação, finalmente a Lagoa Misteriosa volta a operar. Agora os visitantes de Jardim e Bonito tem mais uma opção de passeio, que é a paixão de muitos mergulhadores do Brasil”, diz Luiza Coelho, Diretora de Sustentabilidade do passeio.

A Lagoa Misteriosa deverá permanecer aberta para flutuação e mergulho raso entre 7 a 8 meses do ano (entre final de abril e meados de outubro), pois este é o período que suas águas estão cristalinas. Nos meses de verão, devido ao aumento da incidência solar e das chuvas, as águas da Lagoa se turvam, inviabilizando o mergulho raso e a flutuação. Portanto, caso não possua credencial de mergulho avançado e queira conhecer a Lagoa programe sua viagem para o período mencionado acima.

Sobre a Lagoa Misteriosa

Uma lagoa de água azul que impressiona por sua incrível transparência e profundidade, a Lagoa Misteriosa fica no fundo de uma dolina de 75 metros de profundidade, tipo de formação geológica característica de áreas cársticas que é similar a um buraco.

A partir de 6 metros de profundidade, a Lagoa Misteriosa é considerada uma caverna de gênese freática, isto é, uma cavidade formada pelo fluxo de água do lençol subterrâneo, sendo uma das mais profunda cavernas inundada do Brasil, atingindo mais de 220 metros de profundidade, registro feito por Gilberto Menezes de Oliveira em 1998.

Para mais informações: contato@lagoamisteriosa.com.br

Lagoa Misteriosa aparece em telejornal da TV Record MS

TV Record MS na Lagoa Misteriosa. Os segredos das águas cristalinas da Lagoa Misteriosa, atrativo localizado em Jardim (MS), reaberto a poucos dias para visitação turística com os passeios de flutuação e mergulho, foram revelados pela equipe de reportagem do MS Record 1º edição – TV MS.

O programa exibido no dia 09 de agosto na hora do almoço mostrou o percurso necessário para se chegar ao local, o receptivo no qual o turista é recebido e onde são repassadas as informações preliminares sobre o passeio.

A reportagem mostrou também um pouco do cenário subaquático do local, através do mergulho na Lagoa, inclusive o repórter realizou o batismo, que é uma experiência de mergulho confortável e segura oferecida para quem nunca mergulhou e deseja experimentar.

A equipe da TV contou com o auxílio dos colaboradores do Recanto Ecológico Rio da Prata (passeio de trilha e flutuação próximo à Lagoa Misteriosa), Márcia Cristina Moura; do instrutor de mergulho João Gomes, do mergulhador Juca Ygarapé, e do proprietário dos atrativos, Eduardo Coelho, que ressaltou que com a reabertura da Lagoa é possível a voltar ter cursos de mergulho profundo no Brasil.

Relato do primeiro mergulho após reabertura da Lagoa

As águas com uma incrível transparência de 40 metros somada ao mistério da profundidade da Lagoa Misteriosa começa a atrair visitantes, como a colombiana Mareiwa Miller, de 17 anos. Mareiwa mergulha desde os 12 anos e ganhou o mergulho na Lagoa Misteriosa como presente de aniversário. “No próximo ano eu faço 18 e gostaria de voltar para fazer um mergulho técnico, é lindo”.

Foi o primeiro mergulho realizado após a reabertura da visitação turística da Lagoa Misteriosa no dia 27/06/2011. O mergulho foi guiado por João Gomes, da Caiman Scuba Dive, de Bonito, MS.

Apesar da pouca idade, a mergulhadora experiente já conhece as águas de Colômbia, Tailândia e, pela quarta vez no Brasil, foi a Bonito e Jardim, para conhecer as belezas naturais da região e se espantou com a Lagoa “sem fundo”. É a primeira vez que a mergulhadora mergulha em água doce e sentiu a diferença “a água doce é mais leve, a locomoção é ágil e, na Lagoa Misteriosa, a mais de 20 metros de profundidade, parece que estou na superfície, de tão clara que a água é”.

Desde 2005 sem operar, a Lagoa Misteriosa foi reinaugurada na última semana e oferece passeios de flutuação, batismo de mergulho (a 8 metros) e, para mergulhadores certificados, a profundidade máxima é de 25 metros, atingindo o limite de 60 metros para expedições técnicas. O atrativo fica no município de Jardim, há 36 km da cidade, ao lado do atrativo Recanto Ecológico do Rio da Prata.

Relato do primeiro mergulho após reabertura da Lagoa
Mareiwa no receptivo do Recanto Ecológico Rio da Prata após mergulho na Lagoa Misteriosa